quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

8ªJornada, Grupo A: ENAT/Direito 0 x 4 Buba Juniores

ENAT/Direito:
1-TELMO FILIPE DE JESUS BARREIRA
2-TIAGO MANUEL CARMONA SIMÕES PAIXÃO
3-TIAGO JOSÉ QUATORZE DOMINGOS
6-JOÃO RODRIGUES MARTINS MARQUES BRANCO (F)
7-PEDRO FONSECA GOUVEIA ANDRADE SOBRAL
8-JOSÉ MANUEL MATOS ALMEIDA C. PORTOVEDO
9-ADEMAR PIRES QUEIROZ AGUIAR
10-BRUNO TIAGO OLIVEIRA PINTO NUNES(c)
12-LUIS MANUEL ALVES CORREIA TEIXEIRA
Treinador: Vasco Coelho

Buba Juniores:
2-Filipe Manuel Lucas Goucha
3-Bruno Maricato
5-João Calado
6-Marco António Reis e Campos
8-Pedro Esteves
9-Ricardo Goucha(c)
13-João Martins
19-Pedro Miguel Mendes Araújo
22-Fernando Martins
31-Mário João Marques Valada
89-Paulo André da Cruz Sá (F)
André Santos Sousa
Treinador: Leonel Gameiro

Golos: 2-João Calado(Buba Juniores), Mario Valada(Buba Juniores), André Sousa(Buba Juniores).
Disciplina: 1 amarelo-Tiago Paixão(ENAT/Direito).
Melhores em campo para as equipas: Telmo Barreira(ENAT/Direito); João Calado(Buba Juniores)
Melhor em campo para arbitragem: Fernando Martins(Buba Juniores)

31 comentários:

Ricardo Goucha disse...

Nem tinha reparado que tinha havido um amarelo no jogo.

Só acrescentar um coisita, que poderá ter sido esquecimento nosso no início do jogo, mas o Paulo Sá é federado.

darkmasterbest disse...

Nada a dizer quanto à justiça no marcador. Vitória inteiramente justa dos Buba, essencialmente pela 2ª parte que fizeram.
De registar, pela negativa, um acontecimento ocorrido durante a 1ª parte do desafio : Se participamos numa liga amadora, o objectivo essencial dos jogos é juntar grupos de amigos para jogarem futsal, sendo que a palavra "Fair-Play" tem um peso de destaque. Mas, é condenável quando um jogador dos Buba Juniores tem um acto de puro racismo contra um jogador dos ENAT. Se em termos profissionais isto é condenável, em termos amadores muito mais...

Cumprimentos,

Luís Teixeira

David de Passos - RCSoft disse...

Peço ao jogador em causa ou ao capitão de equipa dos ENAT que nos enviem o relato do ocorrido.

Ricardo Loureiro disse...

Ricardo, o jogador Paulo Sá está identificado como federado na ficha de jogo que enviei.

Em relação à situação relatada de racismo, nem eu nem o meu colega ouvimos qualquer boca. No entanto, observei que o jogador do Buba pediu desculpas pelo sucedido ao jogador dos ENAT.

Logic Pulse
Equipa de Arbitragem

David de Passos - RCSoft disse...

Pode ter sido o Rui que se esqueceu de copiar da ficha esses dados, no entanto já coloquei os 2 federados desse jogo.

Rui Pedro disse...

Fui eu que me esqueci de identificar os federados...desde já peço desculpa o David já emendou ;)

Ricardo Goucha disse...

Como capitão dos Buba, vou dizer o seguinte:

Quando a tal situação aconteceu eu estava no banco, muito longe do local onde isso aconteceu. Não sei o que foi dito, qual foi a atitude, mas qualquer que ela seja é condenável.
Apenas me apercebi de algo porque reparei da reacção do Bruno Pinto Nunes, mas só ao intervalo é que soube que teria sido uma "boca" do Miguel ao Ademar.
No intervalo o Miguel pediu desculpas, tendo feito o mesmo no final do jogo.
Eu, como capitão, também fui pedir desculpas ao jogador dos ENAT.

Penso que esse foi mesmo um caso isolado num jogo disputado com muito fair-play.

David de Passos - RCSoft disse...

Não digo que não, mas se foi um caso de racismo como confirmam os jogadores dos ENAT, terá que ter o mesmo tratamento que o caso do ano passado, ou seja, a comissão disciplinar terá que intervir e aplicar castigo se assim o achar.

Ricardo Goucha disse...

Sim... eu concordo.

Novoclinica Futsal disse...

Confirmo as palavras do jogador dos Buba, que foram certamente feias, mas que foram proferidas no calor do momento.
Penso que a desculpar o jogador esta o facto do pedido de desculpas do jogador no intervalo do jogo ao jogador em questão.
Foi um caso isolado e até pela postura correctissima da equipa dos Buba, entendo que não deve ser dado relevo á questão, mas é a minha opinião.

Parabens mais uma vez aos Buba pela boa exibição e também pela postura de desportivismo demonstrada.

Pinto NUnes
Enat/Direito

David de Passos - RCSoft disse...

Bruno mesmo assim deves enviar email com as palavras proferidas para deliberação da comissão, pois no ano passado tambem aconteceu isso "no calor do jogo" e mesmo os arbitros desse jogo (que por acaso até eram os Buba) não terem ouvido o que o jogador Emanuel disse, ele foi castigado posteriormente pela comissão, mesmo tendo ele pedido desculpas aqui publicamente no blog.

Rui Pedro disse...

Este caso é desde já condenavel como é mais que obvio...uma atitude de racismo é repugnavel seja ela feita da maneira que for...mas passa pelo jogador apresentar queixa atraves do responsavel da equipa que pertence...foi o que aconteceu no ano passado já que os arbitros nao viram, o jogador em causa pediu-me para apresentar queixa...o jogador Ademar é que terá a palavra sobre o quanto terá valorizado a questão...mas que é um acto que tem que ser recriminado isso é um facto.

Rui Pedro disse...

Bem nao querendo estar aqui a levantar "coisas" passadas...não me parece que o caso do ano passado tenha a ver com este...primeiro porque o ano passado foi mais que uma "boca" (segundo me parece neste jogo terá sido uma) depois porque o jogador em causa pediu desculpas pessoalmente ao jogador e no proprio jogo...coisa que nunca aconteceu em relaçao ao Emanuel...nem na altura do jogo nem depois.

David de Passos - RCSoft disse...

Sim, também deve ter sido mais por isso que levou um castigo de 6 jogos. O pedido de desculpa não foi pessoalmente mas foi publicamente escrito aqui no blog para que todos pudessem ler, só digo isto para que não fiquem a pensar que não houve pedido de desculpas.
Eu só falei neste caso para que as novas equipas saberem que se já se passou no ano passado um caso parecido, seja ele mais grave ou não. Agora racismo é racismo, penso eu.

Rui Pedro disse...

Sim claro Passos...se o Ademar fizer queixa é obvio que o jogador tem que ser punido...mal seria se não fosse punido um acto de racismo ainda mais numa competiçao amadora...agora acho que essa decisao cabe so ao Ademar porque foi a ele que lhe foi dirigido a dita "boca"...ele saberá o quanto se sentiu afectado...agora o que quis destinguir foi um caso com o outro...que ai sim acho que não tem a mesma gravidade...a desculpas publicas a mim nao me dizem nada...quem foi chamado de nomes foi o Aylton e nao as pessoas da liga era a ele que deveria ter sido feito esse pedido de desculpas pessoalmente...alias nem tenho duvidas que se nesse jogo o Emaneul tivesse falado no final do jogo com o Aylton que nem sequer queixa tinha havido...dai atitude do jogador dos Buba ter sido diferente pois fez no proprio jgo. Mas sublinho o que disseste...racismo é racismo seja de que forma for feita.

Leo Leo disse...

Viva malta,

Venho por este meio, em nome do grupo dos Bubas, como sub-capitão, Mister e responsável pela equipa perante a liga (a par do Goucha) comunicar que lamentamos o sucedido, pedimos imensas desculpas ao jogador visado pelo acto em si. Aceitaremos se for apresentado um relatório por parte dos ENAT, e digo desde já que como equipa não iremos apresentar defesa. O jogador em causa, Miguel Araújo julgo que será livre de apresentar a sua defesa.

Abraços e pedimos desculpa pelo acto isolado dum elemento dos Buba
Leo #12 Buba

Anónimo disse...

Tenho quatro pontos que gostava de referir:

1º O jogo propriamente dito, muito bem disputado a justificar o porquê dos BUBA serem os primeiros classificados da Liga e com o play-off já nos seus horizontes. Erros defensivos e ofensivos da nossa parte, a aposta numa estratégia que não é a nossa (2x2) e que requer rotina e treino, foram os nossos principais handicaps. Disputado com muito fair-play (apesar do caso que refiro a seguir), tendo em conta que os próprios árbitros tiveram muitas vezes o jogo fora de controlo e a "esquecerem-se"(ou a desconhecerem) as regras do jogo, acho que é de "tirar o chapéu" e dar os parabéns à actuação das equipas de futsal propriamente ditas.

2º A Liga tem de tomar uma atitude no que a arbitragens diz respeito. Uma das maiores dores de cabeça (se não a única) é a falta do conhecimento das regras do jogo em questão e os erros clamorosos que por vezes prejudicam (e de que maneira) o jogo, levando muitas vezes a atitudes de indisciplina por parte dos jogadores. Como é óbvio não estou aqui a desculpar A ou B, mas compreendo certas situações nalguns jogos. Pura e simplesmente os árbitros deixam de ter "mão no jogo" porque não sabem o que é falta, alegando e /ou pedindo, muitas vezes nos inícios dos próprios jogos que tenham um bocado de compreensão! POIS EU NÃO TENHO! Não percebo qual é a dificuldade de ler o regulamento "postado" aqui neste blog e lê-lo antes de arbitrar um jogo (ou no dia anterior, mera sugestão). Todos sabemos ler (sendo que a maioria é estudante e tudo........) qual a dificuldade de imprimir 1 (UM) regulamento e ler, ou mesmo que não haja impressora há a consulta através da internet. Está aqui, é só ler! Acho que muitas das más arbitragens deixavam de existir, ou pelo menos não eram tão más. A Liga tem de intervir e tomar uma atitude...arranjar soluções. Eu já propus uma, mas estou disponível a arranjar muitas mais e sem encargos ou problemas de mais para a organização.


3º Em relação ao acto mais badalado da jornada, o caso de racismo passado num jogo em que eu estava presente e estava em campo, como defensor das cores da ENAT/DIREITO. Não me pode passar ao lado uma atitude destas, em pleno século XXI e numa geração (pensava eu) que este tipo de atitudes já estavam mais que ultrapassadas, ou pertença do passado, acontecerem. É absolutamente VERGONHOSO e do mais baixo a que a raça humana pode descer. São intoleráveis e só lamento que situações destas não se repitam mais até ao final da época. Como é óbvio e perante o exposto, concordo plenamente com o que já aqui foi comentado quanto ao facto do jogador ser alvo de sanção disciplinar. Seja ela de que cariz for; Admoestação, suspensão, multa entre outras variantes. Quanto a mim só quero que este acto seja condenável para que situações análogas não se repitam mais até ao final da época.

4º O jogador da formação da ENAT/DIREITO , Tiago Paixão nº2, saiu lesionado com uma rotura total da coxa direita (não sei a terminologia técnica). Uma vez que o referido jogador tem subscrito o seguro que foi posto à disposição pela Liga, de que maneira o pode activar? A quem se deve dirigir?

Saudações desportivas e para um campeonato melhor,


Pedro Sobral 7 (ENAT/DIREITO FC)

Anónimo disse...

Bons dias.

Desde já quero dizer que não estou inscrito como jogador na Liga (a Liga agradece), sou só um acompanhador assíduo do blog devido à minha proximidade pessoal com elementos dos Buba Juniores.
Tenho acompanhado esta polémica e tenho uma ou duas coisinhas a dizer (para quem quiser ler, claro)

Primeiro, claro que é absolutamente condenável o racismo e bocas racistas. Isso é óbvio. Tal como é absolutamente condenável que se chame "filho da p***" a alguém, coisa que sucede inúmeras vezes durante o "calor do jogo".

Ora acontece que o "calor do jogo" arrefece ao intervalo, e também no final, momentos em que o jogador dos Buba pediu desculpas e esclareceu o episódio com o próprio "lesado" que afinal não tinha ficado "lesado". Logo por aqui este caso é diferente do do ano passado.

A própria equipa adversária salientou o fair-play dos Bubas. Logo por aqui este caso é diferente do do ano passado.

Enfim, a parte mai interessante de todos estes comentários surge quando se fala de actos de racismo em "pleno século XXI". Sim, racismo é coisa retrógrada e do passado, talvez do século XX e outros, mas também é do século XX a caça ao comunista, e é de séculos interiores a inquisição e a caça às bruxas.

Se há coisa que o "pleno século XXI" nos ensinou foi TOLERÂNCIA.
Foi pela TOLERÂNCIA do jogador dos ENAT que o episódio morreu no campo e espero que o jogador dos Buba tenha crescido com tal episódio e não volte a repetir.

Não tenho tanto talento para jogar à bola como vocês, eu sei, mas tenho um bocadinho, porque toda a gente tem um bocadinho. O que acontece também com o bom senso

Saudações e votos de sucesso para a Liga

#16

Ricardo Loureiro disse...

Caro Pedro Sobral,

Acho e deve ser mais especifico quando se refere que os árbitros desconhecem as regras do jogo. Eu normalmente aprendo com os meus erros, e por favor, indique qual a regra que não cumprimos para não voltar a errar.

Neste momento só me ocorre uma; um elemento da equipa dos Buba que estava de fora entrou dentro de campo quando a bola estava em jogo. Julgo que devia ter levado cartão amarelo. Certo? Mais alguma situação?

Cumprs,

Ricardo Loureiro
Equipa de Arbitragem

Anónimo disse...

Acho q o David está a estragar a Liga. Castigar um jogador só porque ele lhe apetece, sem ter havido queixa do suposto ofendido é abuso de poder e vai acabar por fazer com que as equipas abandonem isto. Mas tu é que sabes.

Calado

Pseudo disse...

O que o Pedro Sobral tem que TENTAR ENTENDER, é que apesar se muitos jogadores/arbitros conhecerem as regras, quando se está a apitar nem sempre é facil avaliar as situações, alguns quer pela responsabilidade outros pelo nervosismo, o ideal numa liga amadora era os arbitros quase nem serem precisos, mas infelizmente até no amadorismo há os infelizes que de tudo fazem para deturpar o jogo propriamente dito e a diversão, não assumirem que fazem falta, e não jogarem com o fair play necessário.
Eu conheço as regras, mas nos jogos que fui apitar, uma o outra vez escapou-me apitar a respectiva infracção(felizmente o jogo foi entre duas equipas que estavam lá mais para se divertir e jogar do que andar em quezílias).
Eu faço aqui o meu mea culpa, e nem toda a gente tem a frieza e inteligência do caro Sobral para apitar um jogo, no meu caso é-me mais facil ver e avaliar o jogo de fora do que interveniente como arbitro, vá-se lá saber...

Nuno Tavares(LogicPulse)

David de Passos - RCSoft disse...

Calado, suponho que sejas o Calado dos Bubas.
Eu não quero estragar isto nem quero que ninguem abandone (as equipas que vão abondanar não é devido a este caso e os capitães estão a par), e eu não estou a castigar o jogador pois como sabes existe uma comissão, eu só comuniquei o caso a comissão, mas se todos os outros capitães acharem que não se deve castigar, não se castiga, mas isso é assunto que está a ser debatido por email entre todos os capitães.

fagsantos disse...

Acho que deveria haver aqui uma ponderação por parte de TODOS e entender que, provavelmente, estarão a ir pelo "caminho errado".
Não estraguem o trabalho que já foi feito durante 1 época e meia!
Acho que não se pode colocar os interesses pessoais (ou da equipa) antes dos interesses colectivos(a liga).
Pensem e reflitam sobre tudo... e mais não digo!

Anónimo disse...

Respondendo em primeiro lugar ao anónimo que assinou #16 tenho a dizer que a comparação magnifica entre um acto de racismo e um insulto (embora ambos sejam actos condenáveis) é absolutamente desmesurada e desproporcionada. A justificação do "calor do jogo" quanto a mim é absolutamente banal e repetitiva. Acho que isso tem de deixar de ser uma desculpa recorrente para qualquer situação anómala que aconteça. A questão é simples. É que isto chama-se Liga Amadora e realmente é difícil para alguns entenderem o significado desta palavra e encararem a Liga com esse espírito. Penso que o propósito desta Liga foi reunir várias equipas que jogavam entre si e criar uma competição saudável, com o intuito de promover a amizade e o fair-play desportivo, que quanto a mim têm sido conseguidos de forma soberba, com algumas excepções é claro. O facto de estar a falar em inquisição e perseguição tem haver com o facto dos comentários que têm aqui sido "postados" em relação à sanção que deve ser aplicada ao jogador? Espero bem que não, pois, acho eu, ninguém está aqui com uma postura perseguidora ou inquisidora. A tolerância não nos foi ensinada no século XXI, mas sim ao longo de muitos séculos de injustiças e descriminações. É algo empírico. Concordo consigo quando diz que tem de se tolerar mas certamente não são actos destes, que só mancham em muito a imagem de Liga e da própria equipa em causa. Apesar das desculpas e do fair-play entre as equipas, o qual também fiz questão de realçar no meu comentário anterior, acho que a sanção não pode deixar de existir, pois tolerando este acto, vai-se permitir abrir uma precedente, tornando-se depois uma bola de neve. E seguindo o mesmo critério de que um jogador foi alvo logo nas jornadas iniciais após agressão, também aqui se deve passar o mesmo (embora em moldes diferentes!), apesar dos jogadores em causa terem ambos pedido desculpa. Se não seria injusto para esse mesmo jogador e equipa terem sido privados dum atleta e agora não se aplicar a mesma regra.
Eu não defendo a sanção só porque me apetece, mas sim porque tem de se seguir o mesmo critério que foi seguido. Por mim a situação até ficava resolvida com o pedido de desculpas, mas seria injusto para equipas e jogadores que já foram sancionados da mesma maneira.

Pedro Sobral 7 (ENAT/DIREITO FC)

Anónimo disse...

Caro Ricardo Loureiro. Como é óbvio a minha função não é essa, andar a apontar os erros de A, B ou C. E contra a minha equipa falo nesse ponto do desconhecimento das regras ou da não marcação de faltas. Os próprios jogadores dos BUBA ao inicio do jogo se queixaram com diversas situações e alguns jogadores da minha equipa também. Passaram-se situações que deviam ter sido sancionadas com falta e não foram, daí depois o despoletar de certas situações como foi a referida. O árbitro de futebol é um MODERADOR de jogo e quando a moderação já não resulta, parte-se para a sanção. Mas isso é um critério. E tal como tudo é discutível.
Mas queres que te diga mais uma situação? Marcar um pontapé de canto a nosso favor e fazer a sinalética de que o canto é para a equipa contrária, que até foi um jogador dos BUBA que vos avisou que o sinal estava mal. Para alem destas situações existem outras de cariz sancionatório que deveriam ter sido assinaladas, mas aí o critério é sempre vosso e muito mais discutível este reparo. E quando eu falei em desconhecimento de regras não me quis referir ao MEU jogo. Mas sim a outros jogos que tenho observado e em jogos da minha equipa. A vossa arbitragem nem foi das pior que já tive. Longe disso. Tomara eu e muitas equipas que todos os jogos se disputassem desta maneira, porque assim estava a Liga saudável e praticamente imaculada de críticas. O que eu fiz foi sugerir algo, para uma organização melhor. Não tens de estar a condenar a minha opinião. Bem pelo contrário. Eu não cheguei aqui com o discurso do bota a baixo e fui embora. Fiz algo que dá muito mais trabalho. Critiquei e de imediato propus uma solução. Como todas as outras críticas também a minha é válida, só tens de ouvi-la discordando ou não da minha posição, assim como eu aceito opiniões contrárias à minha. Refuto-as mas tenho de aceita-las e ouvi-las.

Em tom de mote final, espero que esta situação se resolva da melhor maneira e sem prejuízo para ninguém, sendo que o lesado, Ademar Aguiar deveria ter uma ultima palavra a dizer.

Para uma Liga mais justa,

Pedro Sobral 7 (ENAT/DIREITO FC)

Anónimo disse...

Caro Pseudo. Eu entendo isso mais do que tudo e era bom que TENTASSE ler o meu comentário com mais atenção, o que não entendo é quando árbitros chegam aos jogos e dizem/pedem "que tenham compreensão pois não percebem muito disto". Ponha-se no nosso lugar. Porque é que as equipas insistem em enviar pessoas que não estão habilitadas para isso? Se sabem que eles não percebem porquê? Há-de reparar também que é a primeira vez que venha comentar uma situação de jogo, pois esperei pelo final da primeira volta para fazer uma espécie de "balanço" da primeira volta. A minha equipa nem tem sido nada prejudicada pelas arbitragens, o lugar que ocupamos nem tem margem para duvidas quando à independência do meu comentário pois nem de perto nem de longe estamos com margem de acesso aos play-off nem temos o titulo em mente, logo pressionar ou interesses que tenha para benefício próprio são nulos.

Acho que para mim o assunto está encerrado e peço desculpa se alguem se sentiu ofendido com algum dos meus comentários, sendo que essa não foi nem por nada a minha intenção.

Concentremo-nos no jogo e deixem a bola girar,


Pedro Sobral 7 (ENAT/DIREITO FC)

Anónimo disse...

Caro Sr. Pedro Sobral,

Antes de mais queria referir que os seus comentários são tudo, menos justos para a equipa de arbitragem do jogo ENAT vs Buba! Só faltou dizer que perderam por causa deles...e da boca do nosso jogador!

Mas mais grave que isso tudo, incluindo o episódio tão badalado, é estar(em) a chamar de racista, a uma pessoa, por um caso tão isolado como foi este...isso sim não é do sec.XXI!

Sem ser os dois jogadores em causa, apenas eu e um outro jogador vosso (não sei identificar qual)é que assistiu à situação! E é como o vosso capitão disse, sem tirar uma virgula!

Quanto ao Sr. David de Passos, já que é o organizador desta liga e que tanto tem opinado nesta situação, já está na hora de terminar com esta embrulhada toda! É que a brincar a brincar, foi mais rápido resolver a situação entre os dois atletas do que entre a organização e a "comissão"!

Digo mais, no lugar do nosso jogador eu saia da liga no caso de ser castigado! Em primeiro está o bom nome de qualquer um de nós e não a opinião de alguém que nem lá estava e quer dar interpretação diferente ao que se passou! Não é para isto que estou a jogar nesta liga!

Saudações cordiais,
Fernando Martins (Buba Juniores)

Anónimo disse...

Caro Fernando Martins,

Acho que essa parte de que perdemos o jogo por causa disso está esclarecida no comentário anterior no qual digo que interesses que eu tenha são nulos devido à posição que a minha equipa ocupa e sendo que nem temos sido nada prejudicados pela arbitragem, nem quero que o vosso jogador passe a ter uma imagem ou um rótulo. Eu nem conheço a pessoa em causa, mas acredito perfeitamente que foi um acto isolado que aconteceu, fruto de algumas situações que se vinham passando desde o início do jogo (sendo fustigado por cargas de jogadores da minha equipa, que não eram assinaladas).

Como tal peço desculpa a todos aqui presentes,

Pedro Sobral 7 (ENAT/DIREITO FC)

fagsantos disse...

Haja compreensão e deixem a comissão decidir.
Não vale a pena estarem-se a atacar aqui, por favor!!

Pela saúde da liga, peço a todos que deixem decidir quem de direito o pode fazer. Não percebo nada de direito, tribunais ou justiça, mas se houve queixa, o queixoso e o arguido tem de ser ouvidos. Ah, e a queixa tem de partir do queixoso ou do seu representante, e não de um espectador ou um ouvinte.

Sem mais,
#7 Filipe Santos (PdM)

Anónimo disse...

Caro Pedro Sobral,

Pelos vistos os meus comentários foram mal interpretados.

Eu concordo que deve haver um castigo. O que penso é que não se deve comparar ou forçar uma comparação deste caso ao do ano passado.

No fundo todos concordamos na condenação do acto, queremos o melhor para a Liga.

Tudo de bom para si, para a sua equipa e para a Liga

#16

HUGO disse...

Boas,

Que confusão!!!!!!
E ninguem explica o que de concreto se passou???

Hugo Pratas #1