quinta-feira, 25 de julho de 2019

ÉPOCA 2019/2020 - DATAS

De forma a podermos planear as competições, gostaríamos de saber se podemos continuar a contar com a presença das vossas equipas.

Pedimos assim por este meio para que cada equipa nos confirme a sua "pré-inscrição" até 9 de Agosto.

Aproveitamos para informar de mais algumas datas:
  • Inscrição das Equipas: 7 de Setembro
  • Inscrição dos Atletas: 15 de Setembro
  • Taça de Honra: 20 de Setembro (Sexta-Feira)
  • Data de Inicio de Campeonato: 23 de Setembro
  • Entrega Final da Documentação: 1 de Outubro

sexta-feira, 5 de julho de 2019

CASTIGO

Ricardo Varanda (Mansturbinas/Vaco Inox) - Irradiação.

O jogador fica, desta forma, impedido de voltar a ser inscrito nas competições da Liga Amadora de Coimbra.

Decisão do Conselho de Disciplina:

O Conselho de Disciplina da Liga Amadora de Futsal de Coimbra vem condenar o atleta Ricardo Varanda com a pena de irradiação da Liga Amadora devido a ter agredido o árbitro do jogo Mansturbinas/Vaco Inox x Mancha Negra, das Meias Finais da Taça da Liga. Dada a natureza do ato, torna-se público o relatório da equipa de arbitragem: “Sensivelmente ao minuto 13 da segunda parte, o jogador nº 8 da equipa dos Mansturbinas/Vaco Inox, Ricardo Varanda, foi expulso após receber a segunda advertência. Depois de exibir o respectivo cartão vermelho, o jogador, não concordando com a decisão do árbitro e num estado visivelmente alterado, ameaçou-o com o punho fechado numa clara tentativa de agressão e disse: "És um filho da puta, és sempre a mesma merda palhaço do caralho. Eu fodo-te a boca, é desta!". Tal atitude não foi consumada, uma vez que o árbitro se afastou do local de conflito. De seguida, o jogador dirigiu-se para o seu banco de substitutos e, de uma forma inesperada, voltou para trás em direção ao árbitro e, aproximando-se de tal forma, fez-lhe um pirete com a mão, acabando por o agredir, ao bater na sua face 3 ou 4 vezes dizendo "Mama aqui seu filho da puta, eu juro que te rebento todo!". Alguns jogadores da equipa dos Mansturbinas/Vaco Inox tentaram acalmar o jogador sancionado, que acabou por se afastar. Contudo, foram precisos cerca de 3 minutos para o jogador abandonar o corredor dos balneários, tendo sido necessário fechar a porta de acesso ao pavilhão para dar seguimento ao jogo. Neste período, os insultos mantiveram-se recorrentemente: "És sempre a mesma merda, tu e essa puta da tua colega". A colega a que se referia era a árbitra Filipa Prata, que estava como 2º árbitro no jogo.”