quarta-feira, 27 de maio de 2009

Balanço da 1ª edição e sugestões para o futuro da competição

Este post serve para que cada um deixe a sua impressão da primeira liga amadora de futsal de Coimbra, assim como deixar possiveis sugestões para o proximo ano seja melhor que este ano.

33 comentários:

vlgomes disse...

Na minha opinião, quem teve a iniciativa de fazer esta liga só pode estar satisfeito, agora que chegámos ao final da mesma. Penso que está toda a gente de parabéns, os organizadores, as equipas e respectivos jogadores, os treinadores, toda a gente. Foi um prazer para mim ter participado nesta liga amadora (apesar da classificação da minha equipa), e espero que para o ano cá estejamos todos novamente, para a 2ª edição da liga amadora Futsal de Coimbra... :D

Abraço,

Vasco Gomes #3 Netvita/HIS

Anónimo disse...

Para mim, esta liga amadora de futsal foi um verdadeiro SUCESSO!
Toda a gente com quem falo conhece ou já ouviu falar desta liga! Repito as palavras do Vasco Gomes, orque foi, para mim também, um enorme prazer ter participado nesta liga fantástica!

Que venha a 2ª edição!

Como sugestão acho que deve existir um limite de jogadores federados. Acho que dois seria o suficiente, pois não é por isso que a liga perde qualidade, bem pelo contrário, ganhará com isso maior competitividade e a igualdade entre as equipas será superior. É que vejamos, o nome desta liga é: "Liga AMADORA de futsal de coimbra". Se é amadora não podem existir equipas com 4 ou 5 jogadores federados, isto é, quase uma equipa titular. Julgo que a liga assim ganha um maior simbolismo e significado!

Abraços
Filipe Goucha
Buba Juniores

Tiago Leitão (WIT) disse...

Concordo com a sugestão do Ricardo. Aliás, já tinha falado com alguns elementos da WIT que concordaram que devíamos propôr isso para a 2ª edição.

O ideal seria que na Liga não participassem jogadores federados. No mínimo, devia ser imposto um limite, caso contrário estão a jogar equipas amadoras contra equipas não-amadoras... o que faz com que a competição seja um pouco absurda. Reparem que isto nada tem a ver com a qualidade dos jogadores: a vantagem essencial das equipas com jogadores federados é competirem com um ritmo de jogo muito mais alto que as restantes.

Ricardo Goucha disse...

Completando um pouco a sugestão do meu irmão...

Já tinha falado desta sugestão com algumas pessoas, entre elas o Jorge Costa ou o Rui Pedro, e acho que se anda a desvirtuar um pouco o facto de esta competição ser amadora.
Da mesma forma que um jogador como eu e muitos outros não vamos jogar para as equipas federadas, os federados não deviam jogar nas equipas amadoras.
E a verdade é que com o prestígio e publicidade que a Liga Amadora tem, há muitos jogadores federados que estão interessados em participar na próxima edição. Na minha opinião, é necessário por um travão nisso.

Assim, a minha proposta (extensível a toda a equipa Buba Juniores) é haver um limite de 3 federados (futsal e/ou futebol 11) por equipa.
A fiscalização partiria da organização ou de alguém nomeado pela organização (deixo já a minha disponibilidade para tal). Lembro que todos os jogadores federados estão no site da AFC, sendo por isso a fiscalização fácil, apesar de trabalhosa.

Deixo isso em consideração.

João Vinhas disse...

Concordo com os irmãos Goucha e com o Tiago, penso que deveria ser imposto um limite ao numero de jogadores federados, pois nota-se claramente a diferença de ritmo competitivo entre os federados e os não federados e tratando -se de uma competição amadora...faz todo o sentido.

Um abraço

João Vinhas

xano disse...

Primeiro dizer que para mim e para a minha equipa foi um prazer enorme participar nesta Liga.
Na minha opinião o melhor que levamos daqui para além de podermos jogar e divertirmo-nos é a oportunidade que temos de conhecer novas pessoas. Por mim falo, pois já conheci muita gente nova e alguns já considero amigos.
Quanto a sugestões para a próxima edição: primeiro parece-me indispensável que no mail de inscrição as equipas mandem os dados todos dos jogadores tais como nome completo, idade e nº BI por forma a evitar situações menos leais. Segundo concordo com o limite de jogadores federados. Penso que o mais sensato seria por um limite de três federados por equipa. Agora lanço aqui uma questão: Porquê só limitar os federados de futsal/futebol? Afinal aqueles que são federados noutras modalidades tais como basket, andebol, etc também têm vantagem sobre os "amadores" no que toca a condição fisica, já que treinam mais vezes. Portanto eu proponha um limite de 3 federados, sejam eles federados de futebol/futsal ou nao.

#20 Xano - Pai da Manada

Ricardo Goucha disse...

A questão dos federados de outros desportos também se podia colocar sou houvesse uma maneira eficaz de fiscalizar isso.
Enquanto que os federados de futebol de 11 ou de futsal estão registados na AFC e consequentemente no site...
os de basquete ou andebol não têm essa informação disponivel na internet, tornando a fiscalização praticamente impossível.

RuiSantos disse...

Obviamente que o balanço é totalmente positivo, decerto superou as melhores expectativas por parte dos organizadores e dos participantes!

Tanto para mim como para todos os meus colegas de equipa, foi bastante enriquecedor poder participar, não só com o objectivo de evoluir na prática do futsal, como pelo exercício físico e também pelo convívio proporcionado por esta competição.

Quanto à sugestão apresentada, concordo com os moldes da mesma (limite de 3 e um responsável pela fiscalização) mas apenas aplicada aos federados em futebol/futsal

Se nós somos amadores, os federados têm clara vantagem a nível das qualidades técnico-tácticas, além da clara vantagem referente à condição física. Contudo, o segundo factor, numa competição amadora, não é tão relevante quanto o primeiro, daí defender que se deva proceder a essa regra apenas para federados em futebol e/ou futsal. Se fosse para excluir os participantes pela condição física, também impedíamos de participar quem frequenta um ginásio!

Creio que, a ser aplicada esta regra, mais equipas aparecerão a querer participar na Liga.

Cumprimentos,

Rui Santos - Canelas Tunning

Rui Pedro disse...

Como organizar e membro da equipa que idealizou a competição...é um orgulho poder ver a evolução que a liga teve e o que de bom trouxe.
A liga teve um optimo impacto e já vai sendo bastante conhecida por Coimbra fora.
Teve algumas coisas negativas, que de certo não queremos ver repetidas no proximo ano, até porque agora já nos vamos conhecendo uns aos outros.
Algumas das ideias que proponho para o ano, é a responsabilização dos capitães e dos "gestores" de cada equipa, para quem trás para a liga. Ou seja, parte tambem dos responsaveis de cada equipa ter noção de quem inscrevem na liga, pois já deu pa ver que há pessoas que não sabem estar em competição muito menos uma competição amadora. Acho que para o ano deveria haver um maior cuidado com esse aspecto.

Em relação a questão dos federados, não me choca essa limitação de jogadores federados, o que não concordo de maneira nenhuma é com a questão levantada pelo Rui(já o tive oportunidade de dizer).
De duas, uma...ou se limita as inscrições de federados de futsal só(a modalidade que estamos a praticar é o futsal)...ou então limita-se todos os federados...futebol, andebol, basket...por ai.
Futebol de 11 é um desporto diferente, com competições diferentes com especificidades diferentes, que muitas delas nada tem a ver com futsal...prova maior que isso é os diversos exemplos de jogadores que tem sucesso em futsal e não conseguem depois "lugar" em equipas de futebol de 11.
A ideia da competição é permitir a pratica aos amadores, já que esses não podem jogar todos os dias e é para eles que a competição existe. Agora...no FFA, não existe essas limitações, e o futsal tambem é amador...cheguei a jogar num torneio contra um jogador do boavista de futsal, clube que penso que está na segunda divisão de futsal e as competições desse forum não deixam de ser amadoras. No entanto é algo que deixo a criterio dos capitães...se for algo que tenha a maioria dos apoiantes então que se avance.

RuiSantos disse...

Concordo que existam especificidades bem distintas, no que toca ao futsal/fut11, é óbvio.

Contudo, concordarás comigo se disser que um atleta federado de futebol 11 terá muito mais facilidade na prática de futsal, do que um jogador totalmente amador, que nunca praticou nenhuma das modalidades.

Por serem modalidades, inevitavelmente, semelhantes é que apoio proposta de restrição a jogadores federados, oriundos de ambas as modalidades.

Acredito que para algumas das equipas, inclusive a tua Rui, seja complicado gerir essa suposta nova regra mas, tendo em conta o carácter amador da liga, decerto seria uma medida adequada.

Ainda assim, caso a maioria opte por manter os moldes actuais, por mim é sem problema, até porque na minha equipa só há um federado, de futebol 11. Além disto, se foram federados mas jogarem dentro do espírito da liga, também não vejo grande entrave mas isso é difícil de controlar/avaliar.

Sucintamente, para mim, ao contrário do que a maioria argumenta, o principal problema dos federados não é jogarem melhor ou terem melhor condição física mas sim, o espírito com que encaram os jogos/árbitros, embora os outros motivos não deixem de ser vantagens.

Rui Santos - Canelas Tunning

Jorge Sousa disse...

viva,

na minha opinião não deveriam jogar federados, independentemente do desporto. senão mudem o nome da liga. ou então expliquem-me o que quer dizer liga Amadora.
adorei participar, foi uma experiência espectacular. espero que para o ano sejam ainda mais equipas.

grande abraço para toda a Malta que se diverte tanto como eu a jogar à bola.

saudações,
gito (2) wit

Rui Pedro disse...

Bem Rui...para a minha equipa nao era assim um problema tao grande...so tenho 3 federados...logo teria 11 jogadores disponiveis...e eu nao me oponho a limitação dos federados de fut de 11...o que estou a dizer é k ao proibir os de fut de 11 para mim nao faz sentido senao proibir os outros desportos tambem...estamos a falar de um desporto que nao é o que estamos a praticar...porque raio se proibe esse e nao os outros?? so porque se joga com o pe? é mesma coisa que num torneio amador de basket proibir jogadores de andebol só pk se joga com a mão.

RuiSantos disse...

Como já referi, não entendo a questão dessa forma mas pronto, o que a maioria decidir que vá avante.

Olha que são pelo menos 4 - Vasco, Vinhas, Hugo e Tarquini !

Ricardo Goucha disse...

Acho que é claro que um praticante de futebol de 11 federado é uma clara mais valia para uma equipa em relação a um jogador amador.
Eu nem precisaria de referir nomes, mas sabemos bem que foram os jogadores que se destacaram na Liga. Desses, quantos são federados e quantos são federados de futebol de 11?

E quantos federados de basquete, andebol ou outro desporto existem nos jogadores nomeados?

Relembro de uma actividade que existia ha alguns anos em Coimbra, os Jogos de Coimbra, onde na competição de futsal eram proíbidas as inscrições de jogadores federados de futsal ou futebol de 11.

Rui Pedro disse...

Sim nem cheguei a contar com o Vinhas...já que praticamente nao jogou na liga...mas sim são 4...mas por exemplo um deles so é federado ha um ano...quanto aos jogos de coimbra de 2 uma...ou isso não é verdade ou entao isso era muito mal fiscalizado...porque tenho conhecimento de varios colegas meus que participavam nisso e eram federados.
E sinceramente continuo a não concordar na totalidade com o facto de um jogador federado de futebol de 11 fazer diferença num jogo de futsal...ainda na segunda defrontei um jogador que teve o seu percurso na academica de 11 e que no jogo pouco ou nada fez, perante uma equipa que apenas tinha um federado...mas pronto, cada um tem uma noçao diferença do que a diferença faz...mas a questão nem anda a volta disso...o que não posso de maneira nenhuma concordar é que se proiba jogadores federados de uma modalidade, que nao estamos a praticar, porque fazem a diferença? Poderia muito bem aparecer um jogador de basket ou de andebol que faça muita diferença, alias conheco jogadores de andebol que fariam bem mais diferença do que alguns federados de 11 que andam na liga...o que eu nao compreendo é so isso...estamos a jogar futsal...se proibimos uma outra modalidade de participar entao eram todas as outras...

Jorge Sousa disse...

Oi,
Não se trata dos federados fazerem ou não diferença, embora para mim, não existam duvidas que fazem. Julgo, é que tira o contexto à liga amadora, em que o objectivo é divertir malta que não tem oportunidade/disponibilidade de jogar em clubes, senão para isso vamos todos de vez em quando dar uma perninha pelos clubes da zona de coimbra e acabamos com a liga...
Os federados, independentemente do desporto, jogam pelos seus clubes, e os não federados jogam na liga amadora pelas suas equipas. Assim ficamos todos contentes :)

Cumprimentos,
Jorge

RuiSantos disse...

Também não sejamos extremistas, não vejo vantagens em proibir a 100% a presença de jogadores federados. Se os clubes (os que têm conhecimento disso) deixam os seus atletas jogarem aqui, não vamos ser nós a proibir!

Sou da opinião que devemos encontrar um meio termo, uma solução que agrade à maioria (à totalidade é sempre impossível).

A sugestão de limitar o número de federados (mesmo que seja de qualquer modalidade) parece-me o mais adequado.

Agora, resta os responsáveis das equipas pronunciarem-se, se concordam ou se não (justificar neste caso) e caso aceitem, propor um número limite.

Eu apoio a limitação a 3 atletas federados por equipa, independentemente do número de inscritos.

Rui Pedro disse...

Sim uma solução deverá andar a volta disso...eu e o Passos ainda vamos conversar sobre isso...depois apresentamos uma soluçao as equipas para se pronunciarem...

fagsantos disse...

Outra proposta:
houve muitos jogos adiados devido ao facto das equipas não terem jogadores para irem jogar. Sou da opinião que isto não serve de justificação. Cada equipa inscreve 15 jogadores, se faltarem 4 ou 5 ainda restam 10! Obviamente que há casos e casos, mas acho que se deveria discutir este facto. Se todas as equipas indicarem um pavilhão, um dia e uma hora para a realização dos seus jogos em casa, depois é com cada um o facto de naquela semana ter jogo naquele dia. Para quem trabalha por turnos ou trabalha à noite, é sempre bom saber quando tem os jogos por forma a não marcar nada pra esse dia (aconteceu isto comigo!).

Quanto à questão acima discutida, concordo com a limitação dos 3 federados, mas apenas extensível ao futsal/futebol 11. Acho que para os restantes não tem lógica.

Um abraço,
Filipe Santos

Ricardo Goucha disse...

A questão dos jogos adiados também tem a sua importância.

Nós apenas tivemos um jogo adiado, por motivo alheio a nós (o pavilhão não tava em condições devido à chuva).
Na mesma altura tratámos de arranjar um novo pavilhão, para que a situação não se voltasse a repetir.

Nós chegámos a ir a jogos com apenas 5 ou 6 jogadores... nunca pedimos a nenhuma equipa para adiar um jogo, mesmo que muitos jogadores importantes não pudessem ir. Dou um exemplo, numa altura em que ainda lutávamos pelo primeiro lugar, fomos jogar com os WIT sem muitos dos habituais titulares.
Se nós inscrevemos 15 jogadores, todos são aptos para jogar. Se 8 n podem, continuam a existir 7 para jogar.

Rui Pedro disse...

Hora aqui está uma coisa que eu concordo...e alias escrevi no blog que jamais poderia servir de desculpa adiar um jogo por motivo de faltar jogadores importantes devido a hora do jogo...e nós bem sabemos que isso aconteceu nesta liga. Se estão 15 jogadores inscritos, penso que adiar um jogo só mesmo num caso muito excpcional e com a devida desculpa.

António Silva disse...

Para mim a Liga constituiu uma excelente experiência a nivel pessoal que me permitiu fazer novas amizades. No plano organizacional a Liga excedeu todas as minhas espectativas e por isto queria dar os parabéns a quem levou para a frente esta ideia.

O único que lamento profundamente foram as situações menos dignas, que todos devem estar lembrados, geradas por pessoas que nunca chegaram a perceber que o objectivo nestas coisas não é ganhar a qualquer custo, mas sim conviver e demonstrar o nosso gosto pelo desporto. Nunca na minha vida me passará pela cabeça tratar um adversário desportivo como um inimigo. Espero que essas situações não se repitam nas próximas edições.

Quanto às questões levantadas sobre a próxima edição, concordo plenamente com a limitação a 3 jogadores federados de futsal/futebol 11 em cada uma das equipas. Penso também que a impossibilidade de um grupo de jogadores não deve servir de desculpa para adiar um jogo; portanto as datas inicialmente estabelecidas para os jogos devem ser respeitadas, salvo o acontecimento de alguma "tragédia" que impeça a realização dos mesmos.

Abraço!

Anónimo disse...

Oi,
Já que estão a falar dos adiamentos dos jogos, deixo aqui uma sugestão para a próxima edição. Os jogos deveriam realizar-se somente de segunda a quinta.
Falo no nosso caso em concreto (Logic Pulse), em 15 elementos somente eu é que moro em Coimbra, o resto do pessoal anda "perdido" pela zona centro e aproveita o fds para visitar a familia.

Deixo aqui os nossos parabéns à organização.

Ricardo Loureiro
Logic Pulse

fagsantos disse...

Ricardo, de 2ª a 5ª eu não concordo!! Há muitas equipas que já jogam à 6ª feira e sábado à muitos anos... é uma questão de orientarem os horários das visitas! :)

2ª a sábado!! Só não concordo com o sábado de manhã (Teixeira, mudem lá a hora!! :))) )

Rui Teixeira disse...

Oh Filipe, olha que às 12 horas já não é de manhã!
Preguiçoso... Eheheheheheheh! :):):):):)

Abraço,
Rui Teixeira

fagsantos disse...

12h de sábado é quase madrugada! Pergunta ao Hugo Pratas!! :)))

Filipe

João Vinhas disse...

Ao Civil United também dava mais jeito de 2ª a 5ª...

HUGO disse...

Filipe,

De madrugada é favor!!!!!
Sem dormir!!!!!!!!
Até era melhor marcar as 6 da manha, que estamos todos mais fresquinhos do que eu estava naquele jogo!!!!:):):)
P.S. : O treinador que não veja isto se não, já não jogo mais!!:):)
Um abraço,

Hugo Pratas

RuiSantos disse...

Não faz sentido limitar a realização dos jogos de 2ª a 5ª...

Quanto aos jogos em atraso, sugiro que seja criado um prazo máximo para realização desses jogos, sob condição de ambas as equipas serem penalizadas.

Serviria o ponto anterior, igualmente, para as equipas que têm dificuldade em jogar à sexta e sábado.

Rui Santos - Canelas Tunning

Cândido disse...

Jogos de 2ª à 5ª não têm qualquer sentido, pois nem sempre há disponibilidade por parte de algumas equipas ao f-d-s.

Concordo com o limite dos federados de futebol de 11 e futsal. O limite de 3 federados penso ser razoável. Em relação a federados de Basket e outros desportos indoor não tem qualquer fundamento. Se um jogador de futsal entrar numa liga amadora de basket não vai com certeza ser uma mais valia para a equipa. A resistência física depende de cada pessoa, pois há quem vá ao ginásio, outros vão correr à volta do universitário depois do trabalho, etc.

Deve definir-se melhor as penalizações nos casos de falta de comparência para que não ser repita o que se passou. A falta de jogadores não poderá ser desculpa. Há 15 jogadores disponíveis!

Penso que deviam ser definidos alguns limites de campo, para que não acabemos a jogar em autênticos campos de matraquilhos se é que me faço entender. Não é bom para o jogo nem para a integridade física dos elementos da liga.

Relembro também que o que, no local do jogo, o que se passa antes, durante e depois do jogo são ocorrências que podem constar no relatório do árbitro. O papel dos árbitros terá de ser mais bem protegido, havendo penas mais severas para desrespeito verbal/físico com o árbitro, incluindo para elementos da equipa que estejam no banco ou bancada.

A 1ª edição foi memorável, e tem tudo para que a 2ª edição seja ainda melhor. Resta saber como a organização vai gerir o aumento do número de equipas. A criação de divisões seria interessante, no entanto a criação de grupos que depois fariam uma final four não seria nada mau também.

Cândido

Anónimo disse...

Os jogos entre 2ª e 5ª também concordo, pelas mesmas razões aqui apresentadas. Na sexta à noite ainda percebo, agora marcar jogos ao sábado acho que deve acabar (pelo menos durante o dia). Há pessoas que trabalham ao fim-de-semana (sim isso existe). Marcar jogos às 12h ou às 15h acho que deve acabar, é quase o mesmo que marcar um jogo de semana às 15h.

Limite de federados também concordo, mas acho que cada um está a pensar nas suas equipas e a olhar para o seu problema.
Para mim devia haver limite para os federados em futsal/futbol11 mas 2 no máximo. 3 é mais de meia equipa.

Calado

Pedro Gandola disse...

Viva Pessoal,

Em relação à liga penso que foi uma iniciativa bastante interessante e penso que a maioria está de acordo que é para continuar com a liga.

No entanto em relação aos federados das duas uma, ou existe um limite de 1 ou 2 ou então não será permitida a inscrição de pessoal federado (Fut11 e Fut5 apenas).

Penso que a diferença entre o pessoal federado em relação ao pessoal amador é grande (em termos técnicos e em físicos), e penso que o objectivo da liga é tirar das equipas amadoras e dos seus jogadores.

Para vos provar isso basta olhar aos melhores marcadores,jogadores da edição que passou desses quantos são federados?

No entanto para isto deveria haver uma votação.

sem mais

Pedro Gandola.

Tiago Pina disse...

Viva pessoal

A minha opinião é só relatvamente á questão dos federados.
Penso que no máximo poderia haver 1 (UM) jogador federado pois a liga é como o nome diz amadora e deve ser um espaço para pessoal que gosta de jogar á bola mas que ou nao quer ser federado ou já foi e por diversos motivos não o pode ser agora. E quando digo um, digo também que o ideal é 0.

Quanto aos federados de outras modalidades, acho que não... senão alguém que seja mais competitivo por natureza (seja num desporto ou no emprego) e que vá correr todos os dias para o parque verde (vá, que tenha bom pulmão) nao pode ir jogar? Caracter, e maneiras de estar dentro de campo e no desporto nao se avaliam por um cartao de federado e nada têm haver com este assunto... Federados de futsal não, de futebol 11 é discutivel.

Tiago Pina (Wit-Software)