segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Decisão do Conselho de Disciplina sobre o caso André Simões e Valter Ferreira


Na sequência do jogo da 8ª Jornada, entre as equipas dos Futsal Festivaleiros e a RCSoft, cumpre a deliberar ao Conselho de Disciplina as sanções/penas:

ADVERTÊNCIA à EQUIPA DOS FUTSAL FESTIVALEIROS – Devido à presença de um elemento não identificado que teve sentado no banco de suplentes e insultou diversas vezes a equipa de arbitragem. (fica advertida a equipa que em caso de se verificar novamente a situação descrita, serão penalizados na tabela classificativa)

ADVERTÊNCIA AO ATLETA VALTER FERREIRA (XANO) – Devido a ter insultado um jogador, proferindo as seguintes palavras “palhaço és tu”, conforme descrito no relatório do próprio. Entendemos não ser uma atitude correcta da parte de um árbitro injuriar um atleta; razão pela qual, somos preventivos ao não permitir comportamentos deste nível em jogo da liga amadora.

PUNIÇÃO DE 4 JOGOS DE CASTIGO AO ATLETA ANDRÉ SIMÕES (PEIXE) – Devido a proferir palavras à equipa de arbitragem, nomeadamente a palavra de “palhaço”. Entende-se também, que o facto de se dirigir ao árbitro, não pode ser considerado de tentativa de agressão, na medida que, não fez qualquer gesto ou atitude que o evidenciasse conforme declarações da equipa e da equipa adversária.

17 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde,


Não posso deixar de me sentir injustiçado, realmente proferi a palavra "palhaço" par o arbito e assumo essa responsabilidade, mas não posso asseitar que eu apanhe 4 jogo e o arbito em questão só apanhe uma advertência, não só porque assume me ter chamado "palhaço" também como não foi só esse nome que ele me chamou... Acho injusto só eu ser castigado...
As regras e as Leis tem de se adaptar a Liga Amadora, se os jogadores são também arbitos, quando ocorre situações deste tem de ser castigados também como jogadores...


Cumprimentos

André Simões ( Futsalfestivaleiros)

fagsantos disse...

Boa tarde.

Injustiçado...

Independentemente de tudo o que se passou ou deixou de passar antes do "caso", o que é certo é que se não te agarrassem tinhas agredido o meu colega. Agora pensa quem se sente injustiçado?

Não estou a desculpar ninguém, muito pelo contrário, repúdio todas as coisas menos bonitas que se passaram e disseram. Decerto não foi a primeira nem a última vez que te dirigiram palavras "menos bonitas". Será que nas outras vezes também tens e mesma reacção? Partir para a agressão?

Parafraseando uma "coisa" que li, serve para a presente defesa e atenuante do meu colega Xano (árbitro em questão), "o caso em que o Presidente da República foi chamado de palhaço, quem o chamou foi absolvido nas instâncias criminais. E neste caso, face ao exposto, ninguém levou com o epíteto de palhaço, simplesmente foi utilizada uma figura para descrever uma atitude". A tua reacção de tentar ir "pedir explicações cara a cara com ele", não foi realmente para o ir "absolver".

Relembro uma coisa a TODOS: ninguém na liga gosta de ir arbitrar jogos. Vamos contrariados? Claro que sim, quem disser o contrário está a mentir. Cabe a todos os jogadores facilitarem quem lá está "por obrigação".

Ainda para defender o meu colega. O Xano é provavelmente das pessoas da liga que mais jogos apitaram. Está na liga desde o 1º minuto e já contribuiu em muito para o sucesso da mesma. E mais, já sentiu na pele o que é ser árbitro e ser agredido por outro jogador de outra equipa!
Ninguém é Santo, é verdade! Mas há coisas que eu, como responsável pela minha equipa, não posso aceitar. É desta forma aqui estou a defender o meu colega e a minha equipa!

Espero que esta polémica fique mesmo por aqui e que realmente se preocupem em jogar Futsal, em arbitrar o melhor que sabem... e a serem felizes a praticar desporto!

Bons jogos a todos,
Filipe Santos
FCRasgatanga

Ki disse...

Boa tarde!

Como responsável e capitão dos Futsal Festivaleiros também não posso deixar de expressar a minha opinião relativamente ao sucedido, sem pretender alimentar quaisquer discussões que não nos levam a lugar nenhum!

O teu colega Xano chamou "filho da puta" ao meu colega Peixe, depois de este lhe ter dito para "não ser palhaço". Que eu saiba, nenhum árbitro deve ter este tipo de comportamentos/condutas mesmo a nível amador. O Peixe garantiu-me que nunca quis agredir o teu colega mas sim pedir explicações por tamanho insulto! Se, como dizes, o Xano costuma arbitrar grande parte dos jogos, devia ser o primeiro a saber que não pode ter este tipo de reacções. Eu vou arbitrar a maioria dos jogos da minha equipa e jamais reagi/reagirei assim a qualquer provocação.

Na verdade o Peixe foi castigado com 5 jogos por ter chamado "palhaço" e o teu colega Xano foi simplesmente advertido por ter respondido "palhaço és tu, oh filho da puta"! É essa a injustiça que não partilhamos, não aceitamos nem compreendemos!

Da minha/nossa parte não haverá mais comentários sobre este assunto.

Um abraço a todos,
Ricardo Filipe (Futsal Festivaleiros)

Anónimo disse...

Bom dia!


Contrariando as palavras do colega , Ki , que disse "... da nossa parte não haverá mais comentários sobre este assunto.", tenho uma questão a fazer ao CONSELHO DE DISCIPLINA.

Em que factos se baseiam para aplicar um castigo de 5 jogos ao jogador dos Festivaleiros ,Peixe . E apenas uma advertência ao jogador dos Rasgatanga Gualter ( Xano)??

Segundo o que sei , presenciei e também já aqui foi escrito , a atitude de ambos foi negativa, mas a do jogador "Xano" foi simplesmente PIOR que a do Peixe , DIRIA MAIS NOJENTA !!!

O peixe que insoltou o Jogador Xano chamando este de " Palhaço" leva 5 jogos , e o Xano que insoltou o Peixe dizendo : "Palhaço és tu filho da p*ta" leva só uma avertência.

Está aqui alguma coisa que não está correcta certamente.

Piazza
Festivaleiros

Pinto Nunes disse...

Bom Dia

Não querendo fazer a defesa de ninguém, nem do próprio órgão disciplinar, entendo que a atitude de ambos é reprovável.
Quanto à decisão, e sem tecer comentários á mesma, entendo pela interpretação do acórdão que o Peixe foi castigado pelas palavras e o Xano advertido por ser o árbitro. Acho que o insulto ou palavras dirigidas pelos árbitros não está previsto no nosso regulamento de disciplina, na medida que, nas restantes competições são arbitradas por arbitros federados e não pelos jogadores de outras equipas.
Parece-me enquanto organizador da liga, que não devemos entrar em "bate bocas" e vamos concentrarmo nos no melhor que esta liga tem, que é divertirmo nos e jogar a bola.

Cumprimentos

Pinto Nunes

Ricardo Goucha disse...

Como podes suspender um jogador se ele nem estava nessa função? Ou fica suspenso de arbitrar jogos durante X tempo?

Da nossa parte, já foram arbitrar elementos que nem sequer estão inscritos na Liga... como seria punida uma situação dessas?

Nesto disse...

Estou de fora, vou rachar lenha, ou seja, não vou comentar a decisão. Mas se calhar fazia apenas um apelo...

Nós como árbitros e como jogadores sabemos que por vezes é complicado manter a calma. Eu sou um tipo muito pacífico mas por vezes dou por mim aos berros por causa de decisões de arbitragem completamente desajustadas. Mete-me imensa confusão que os árbitros tenham tanto medo de marcar faltas... mas vá, sem me querer desviar do apelo, o que é que eu quero dizer é o seguinte: todos nós barafustamos, todos nós nos exaltamos, e está na natureza de um desportista mandar (e agora desculpem-me o termo) umas "caralhadas".
Eu continuo a achar que a melhor maneira de resolver as coisas é com uma conversa no final. Sem estar no calor do jogo nós somos pessoas diferentes. Só temos de pensar bem naquilo que fizemos e naquilo que nos fizeram e pedir desculpa no fim e perguntar o porquê de reação X ou Y.
E isto porquê? para já vamos ver que o outro gajo (jogador ou árbitro) afinal não é um estúpido do caraças que está ali a gozar connosco e vamos perceber que ninguém aqui anda a tentar lixar este ou aquele jogador, ou esta ou aquela equipa (este tipo de comentários devia acabar na Liga!); depois, evitavam-se relatorios no final dos jogos a acusar este ou aquele que chamou isto ou aquilo e andamos aqui todos a chorar por coisas sem sentido nenhum.

Na minha opinião insultos ao árbitro nem sequer devia fazer parte da lista de castigos. Insultou, leva amarelo, se volta a insultar ou se de facto a forma do insulto é extremamente grave leva vermelho e o castigo é resultante disso: vermelho-1 jogo.
Não podemos é andar aqui feitas "prima-donas" que ao primeiro fdp vai-se queixar à Comissão disciplinar...!
É algo bonito de se dizer? Não. Deve ser dito? Claro que não. Mas, porra...alguém que diz isso está mesmo a pensar na mãe do visado e a acusá-la de ganhar dinheiro na beira da estrada??! Tenham juízo e principalmente tenham respeito uns pelos outros, tentem acalmar os ânimos e lembrem-se que isto é para nos divertirmos!

Todos nós gostamos de ganhar, mas lembrem-se que no final mesmo o que se ganha aqui são amizades de pessoas que pelo menos têm a paixão do futsal e desporto em geram em comum!

O meu obrigado a quem aguentou ler isto até aqui ;)

Um abraço
Esteves

Hugo Santos disse...

Sem grandes comentários porquanto tudo é reprovável fico-me pelo manifestamente óbvio e em concreto:

1- "deixa de ser palhaço" - 4 jogos de suspensão

2- "palhaço és tu ó filho da puta" - advertência

Onde está a proporcionalidade? Nem me digam que não existem situações previstas etc... por analogia é facilmente aplicável sanção de forma mais proporcional...

Por outro lado parece-me que a gravidade de um juiz/árbitro proferir tais expressões será muito superior pela própria responsabilidade inerente à de um jogador...

Exemplificativamente vejamos um julgamento em que o arguido chama palhaço ao juiz e este responde palhaço és tu meu filho da puta...

- e pior é que não fica por aqui, depois de bom senso colocado ao árbitro por ambas as equipas para que prosseguisse o jogo após tudo serenado, eu pessoalmente roubo uma bola, vou isolado para guarda-redes e sou agarrado... este árbitro a 1 metro do lance nada marca e diz-me directamente "eu não marco mais nada, estou aqui contrariado, desenrasquem-se"... julgo que este facto foi também reportado a V/ e aparentemente sem qualquer apreciação...

Não é preciso grande análise para ver que algo está aqui de errado na ponderação feita, e respectiva proporcionalidade, o que a bem da liga e da verdade dos factos agradeço sinceramente, sob pena de precedentes erróneos, seja rectificado...


Hugo Santos (Futsalfestivaleiros)

fagsantos disse...

Só mais uma "achega":
- o meu colega diz que as palavras que proferiu foram: "Palhaço és tu.
Para além de parvo és mal educado."

- a vossa equipa afirma que o que ele disse foi: "palhaço és tu, oh filho da puta".

Em quem vamos acreditar? Porque é que serão vocês que estão certos e não o Xano? Dos relatórios não ficou provado pela outra equipa em campo que foi a versão A ou B. Não sei porque tomam por verdadeira a vossa opinião.

Sinceramente... acho que ambos estiveram mal. Se quiserem castigar um árbitro, tudo bem, castiguem! Mas depois castiguem também um jogador por tentativa de agressão (irradiação da liga)!

E mais informo: se fosse comigo, se algum jogador viesse direito a mim, mesmo que impedido por colegas, o jogo terminava logo! Não estou na liga para "levar porrada" e muito menos para arranjar problemas.

Com esta me fui... bons jogos a todos e vamos, de uma vez por todas, terminar esta discussão que não leva a lado nenhum.

Filipe Santos

Ricardo Goucha disse...

Uma coisa me parece óbvio... um árbitro só poderá ser castigado como árbitro. Ou seja, nunca poderia ficar impedido de jogar, apenas ficaria impedido de arbitrar.

Anónimo disse...

Boa tarde.

Como questão prévia, somente digo que o que escrevo só deve ser imputado a mim e não aos Festivaleiros, pois falo em nome próprio. Mas não posso deixar de transmitir a minha mais profunda indignação.
Só digo que a forma como se está a lidar com esta situação é surreal, irresponsável e desrespeitosa, com o devido respeito para com os intervenientes.
Em primeiro lugar, consigo aqui ver parafraseada uma expressão utilizada na nossa exposição dos factos, sem saber a forma como foi obtida tal exposição por parte da equipa visada. Pergunto, houve alguma coisa lá escrita que incomodou de tal forma que tiveram de usar essa mesma expressão? Primeira demonstração de falta de respeito: ou assumem onde leram, ou então estão calados! Nem percebo em que contexto foram buscar isso, mas enfim... As atitudes ficam com quem as praticam.
Segundo ponto: se cada vez que um jogador se dirigir a um árbitro for considerado tentativa de agressão, então metade do pessoal está irradiado antes do final do campeonato. Mas aqui se mostra a falta de coerência: como se consegue supor, que não passa mais do que isso, que o Peixe queria agredir alguém??!! Se ele efectivamente quisesse agredir, tê-lo-ia feito porque o tempo que demorámos a acalma-lo não era o suficiente para impedir isso. Enfim, não há mais comentários a fazer quanto a isto.
Em terceiro lugar, mais uma vez o desrespeito: acreditam na versão dos árbitros em detrimento da versão de uma equipa toda. É isto que não compreendo da parte da disciplina. Alegámos que ele não chamou palhaço, proferiu a expressão para caracterizar uma situação, alegámos que chamou nomes ao nosso jogador, demonstrámos a atitude dele o resto do jogo e nada foi tido em consideração. Só faltava chamarem-nos de mentirosos! Aceitamos na íntegra o castigo aplicado ao jogador Peixe sem reclamar, desde que os demais actos reprováveis sejam sancionados com a mesma sensatez e veemência, o que não aconteceu. Tiveram, inequivocamente, dois pesos e duas medidas, sem qualquer justificação para tal. Não consigo compreender, nem de certeza vocês. É de uma incongruência sem palavras. Mas lá está, vocês é que mandam e nós só temos de aceitar. Perde a Liga certamente. Porque agora já sei que posso fazer o que bem quiser enquanto árbitro que não serei castigado. É bom saber isso. Acabaram por despenalizar qualquer conduta em função do exercício de uma actividade que não de jogador. Não sou vingativo, mas assim tenho maior margem de manobra. E esta vossa argumentação irá ser utilizada contra vocês, porque como bem diz o meu Colega de Equipa Hugo, aplicava-se analogicamente. Nem venham com a história de um árbitro estar na qualidade de árbitro e não de jogador. É um interveniente da liga, é castigado com suspensão de funções, ponto final! Se assim não for, também não poderão castigar um jogador que não esteja na lista de jogo. Qual a lógica disto??
Termino a minha única participação dizendo que foram por um caminho perigoso. Alerto para as implicações que isto tem. Não podem de todo desconsiderar uma versão dos factos em prol de outra somente pela qualidade em campo e por meia dúzia de papéis escritos. Querem levar isto a sério, assumam as coisas de forma séria e não leviana. Abriram aqui um precedente perigoso e quero ver a forma como irão descalçar esta bota para o futuro.

Só espero a continuação de bons jogos e que nos continuemos a divertir jogando futebol. Para mim o episódio morreu aqui.
Rui Miguel Simões
(Futsalfestivaleiros)

Ricardo Goucha disse...

Não foi aberto precedente nenhum, a não ser que tenhas andado distraído na época passada.
Situações em que a versão dos árbitros prevaleceu foram N... acho que todas mesmo.

Mas Rui Simões, como castigarias um árbitro que não está inscrito como jogador numa equipa? É que é uma situação completamente possível.

Da mesma forma que jogadores que estavam como treinadores quando foram expulsos, foram suspensos apenas nessa função (treinador).

Como podes ver, não há precedente para nenhum dos casos.

Hugo Santos disse...

Tendo o nosso ultimo jogo sido contra os mancha negra e visto a forma como o pinto nunes passou o jogo todo repetida e sistematicamente a atacar os árbitros e pressioná-los... o que resultou de facto em vitória deles (3-2) com um 3º golo num livre marcado sem os árbitros ainda terem apitado... acho que não existe qualquer moral para avaliar qualquer sanção quanto mais a aplicar, se o exemplo não vem de cima... e com isto conseguiram tirar-me o gosto por jogar nesta liga dado que o divertimento que proporcionaria começa a estar largamente ultrapassado pelo sentimento de revolta e irritabilidade... falo obviamente em nome pessoal e não da equipa (Hugo Santos)

Pinto Nunes disse...

Boa Tarde

Não faz parte de mim entrar em comentários sobre jogos ou sobre prestações, mas quando partem para a acusação, tenho o direito de me defender. Não vou discutir arbitragens, porque a opinião da arbitragem transmiti aos árbitros no fim do jogo. Pressão, acho que houve todo jogo e de TODOS os jogadores e tecnicos das duas equipas, porque o próprio jogo se tornou uma confusão, tal forma foi conduzido pela dupla que apitou o jogo.
Atribuir as culpas a mim de uma derrota é que não!
Agora, um conselho que dou sempre, só deve jogar na liga amadora quem tem vontade e prazer de aqui estar (eu perco todos os dias horas da minha vida na condução desta liga e faço-o porque adoro isto).

Cumprimentos

Pinto Nunes

Hugo Santos disse...

Pinto, a sério, não vou perder mais do meu tempo, como pessoa inteligente que és, e sem necessidade de defesa exteriormente tida porventura como necessária, já percebeste a ideia. Faz dela o que achares adequado (espera-se que construtivamente). Aquele abraço, boas jogatanas festivaleiras

Anónimo disse...

É o único comentário que vou tecer sobre este assunto e apenas para deixar bem claro uma coisa.
A resposta que dei ao André depois de ele me insultar foi: "Palhaço és tu que para além de parvo és mal educado." Nunca proferi as palavras "filho da puta". Nem sequer tinha o direito de insultar o rapaz dessa maneira porque tal como toda a gente, merece respeito.
Já admiti que também errei ao reagir e mais não posso fazer senão a disponibilizar-me para a conversar, resolver isto de uma vez por todas com o André.

Abraço e bons jogos.

#20 Xano

Carlos disse...

Juro que fiquei perplexo ao perceber o porquê do castigo em questão...
Subscrevo completamente as palavras do meu colega de equipa, o Esteves.

Insultaram o árbitro? Amarelo. Foi assim tão grave? Vermelho. Levou vermelho tem castigo.
Do lado dos jogadores fica resolvido.

O árbitro esteve mal no jogo? Há uma queixa à organização por parte da equipa lesada. A equipa a que o árbitro pertence é advertida. Ao fim de 2 advertências consecutivas a equipa perde um ponto.
Obriga cada arbitro a agir responsavelmente. Resolvido, não?

Ninguém é perfeito, ninguém gosta de perder, mas vamos pensar nisto como um passa-tempo. Vamos usar isto para nos divertirmos.



Carlos Amaral
Buba